Clube prepara moradores de cidade japonesa para receber atletas do Brasil

Por Yuko Natori, Rotary Club de Sagamihara Hashimoto, Japão

Antes dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio, em 2020, a cidade de Sagamihara, que fica próxima a Tóquio e serve de casa para 700 mil pessoas, hospedará alguns atletas brasileiros durante a fase de treinamento antes dos jogos. Para promover o Brasil e sua cultura entre os habitantes da cidade, o Rotary Club de Sagamihara Hashimoto realizou, em abril, um evento com o tema “O que você sabe sobre o Brasil?”. Ao aprender um pouco sobre o país, aqueles que foram ao evento disseram se sentir mais preparados para receber os atletas, torcedores e turistas brasileiros quando chegar a hora.

Muitos compareceram, incluindo rotarianos, suas famílias, moradores da cidade, líderes comunitários e funcionários da prefeitura. Também marcaram presença um ex-participante do Intercâmbio de Jovens do Rotary que estudou no Brasil e um ex-jogador da liga de futebol profissional do Japão. O ambiente foi de muita animação e curiosidade sobre o Brasil.

Aberto a todas as faixas etárias e agradável tanto para os participantes quanto para os seus organizadores, o evento teve mostra e degustação de comida brasileira, além de apresentações sobre o país. Em vez de apresentar o famoso churrasco, nós decidimos oferecer pratos que são mais do dia-a-dia da família brasileira, para que as pessoas pudessem ter uma sensação de maior proximidade com o Brasil.

Foi um deleite para os olhos ver tantas mesas coloridas com delícias gastronômicas, como pão de queijo, espetinho, pastel, gelatina, feijoada, moqueca, açaí, guaraná e o puro café brasileiro. A criançada adorou as sobremesas e doces, como a famosa paçoca. Inspirados por terem conhecido sabores novos e únicos, os participantes conversaram animadamente entre si e o clima do lugar era de pura harmonia. Quem foi gostou muito das apresentações e de saber coisas interessantes, como que as bebidas que oferecemos foram feitas de nozes e frutas exclusivas da Amazônia, e que a fonte de proteína da cozinha brasileira não é somente carne, mas também muito feijão.

Foram dadas aulas de português e explicação sobre o clima, além de serem feitas várias menções à natureza da floresta tropical brasileira, incluindo as magníficas Cataratas do Iguaçu. As pessoas conheciam o carnaval carioca, mas muito por cima. Nós demos alguns detalhes, como a história desta grande festa e a combinação de fantasias, alegorias, composição e características de cada ala das escolas de samba, ressaltando como os foliões se divertem durante o reinado de Momo. Por meio de vídeos, a apresentação sobre o carnaval foi um sucesso e todos saíram sabendo um pouco mais sobre o assunto.

No final do evento, os participantes ficaram fascinados por uma dançarina, que deu uma aula improvisada e cheia de energia de como sambar. Pensando de antemão na timidez clássica dos japoneses, nós, os organizadores, estávamos nos perguntando se os participantes gostariam de participar desta aula surpresa. Mas no final, a mini micareta foi uma grande diversão.

O evento foi curto, mas atingiu o objetivo de dar uma noção da alegria e brilho do Brasil, algo que povoa o imaginário de muitos japoneses. Ao aprenderem sobre a culinária, a natureza e algumas formas simples de cumprimentar, os participantes certamente se sentiram mais preparados para receber os brasileiros em Sagamihara, com o coração cheio de omotenashi, que significa hospitalidade na terra do sol nascente.

>> Página do clube no Facebook

(Fonte: Vozes do Rotary)