“O Rotary Conecta o Mundo”

Presidente de 2019-20 do RI anuncia seu lema

Por Arnold Grahl, Fotos de Alyce Henson

O presidente eleito do Rotary International, Mark Daniel Maloney, falou da sua visão para fortalecer o Rotary. Ele ressaltou a necessidade dos rotarianos expandirem suas conexões com as comunidades às quais servem, dentro de um modelo inovador de clube que contribua ao crescimento da organização.

O presidente do RI, Mark Maloney, revelou seu lema para 2019-20: O Rotary Conecta o Mundo, durante a Assembleia Internacional em San Diego, EUA.

Maloney, do Rotary Club de Decatur, EUA, revelou seu lema para 2019-20, O Rotary Conecta o Mundo, dando as boas-vindas aos participantes da Assembleia Internacional em San Diego, EUA, durante sessão plenária na segunda-feira.

“A primeira ênfase é no crescimento do Rotary — aumentando nossa prestação de serviços, aumentando o impacto dos nossos projetos e, acima de tudo, aumentando o número de associados para que possamos ir ainda mais longe”, disse Maloney, que defende que as conexões são a essência da experiência rotária.

“O Rotary facilita a conexão entre nós, de maneira forte e significativa”, disse ele. “Ele nos conecta com pessoas que de outra forma jamais conheceríamos, pessoas que no final das contas vemos que são mais parecidas conosco do que imaginávamos. A organização nos conecta com nossas comunidades, com oportunidades profissionais, e com populações que precisam da nossa assistência.”

Maloney pediu a todo Rotary e Rotaract Club para identificarem segmentos populacionais da respectiva comunidade não representados em seu clube, formando comissões diversificadas de quadro associativo. 

“Por meio do Rotary, nós somos conectados à diversidade humana de maneira especial, formando vínculos duradouros para o alcance do objetivo comum”, acrescentou ele. “Neste mundo cada vez mais dividido, o Rotary é esta fonte de conexão.”

Maloney pediu aos líderes presentes para oferecerem experiências alternativas e oportunidades de voluntariado que contribuam para que profissionais e pessoas muito ocupadas assumam cargos de liderança.

“Precisamos promover uma cultura de complementação da vida familiar e da vida rotária, e não de competição. Para tanto, temos que dar passos práticos e eficazes para mudar a cultura atual, sendo realistas quanto às nossas expectativas, levar em conta os compromissos pessoais e receber os familiares de rotarianos nas nossas atividades.”

Relacionamento com as Nações Unidas

Em 2019-20, nós realizaremos uma série de conferências presidenciais com enfoque no relacionamento do Rotary com as Nações Unidas e seus objetivos de desenvolvimento sustentável, que tanto têm a ver com nossos projetos. Mais informações sobre o assunto serão divulgadas em julho.

Em 2020, a ONU celebrará seu aniversário de 75 anos. O Rotary foi uma das 42 organizações convidadas pelos Estados Unidos para participar da conferência de 1945 em São Francisco, que levou à criação da ONU. Por décadas, o Rotary tem trabalhado ao lado da ONU em questões humanitárias globais. Atualmente, o Rotary ocupa o mais alto status consultivo oferecido pelas Nações Unidas a ONGs.

“O Rotary compartilha o compromisso da ONU de um mundo mais sadio, mais pacífico e mais sustentável”, afirma Maloney. “E o Rotary oferece algo que nenhuma outra organização consegue oferecer: uma infraestrutura que possibilita a pessoas do mundo todo se conectarem em um espírito de voluntarismo e paz, fazendo ações positivas para alcançar os objetivos.” 

(Fonte: Rotary International)