21 de setembro é o Dia Internacional da Paz

Nossas parcerias em prol da paz

Neste 21 de setembro, o Dia Internacional da Paz, celebramos também os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Este dia especial representa uma grande oportunidade para reconhecermos e promovermos os ideais de paz, inclusão e justiça para todos. A vasta rede de contatos que caracteriza o Rotary é muito atraente para várias organizações humanitárias, já que estamos em excelente posição para promover atividades relacionadas à paz, à compreensão entre diferentes culturas, ao avanço de diálogos e ao fomento da boa vontade local e internacionalmente. Nossos parceiros dão aos clubes e distritos rotários acesso direto à orientação técnica, estratégias e recursos que contribuem ao sucesso de projetos pró-paz, programas de reconciliação e mediação de conflitos. Vamos conhecê-los:

A Mediadores Sem Fronteiras trabalha com clubes, distritos e ex-participantes de programas rotários, chamados de alumni, ajudando diversas comunidades a se recuperar de conflitos, resolver suas diferenças e prevenir a escalada de futuras desavenças. A organização treina rotarianos e rotaractianos em assuntos de facilitação, engajando alumni do Rotary para que se tornem líderes de projetos de prevenção/resolução de conflitos, auxiliando os clubes na avaliação da comunidade e conectando o Rotary a recursos que contribuem ao advento da paz.

Ao trabalhar com o Peace Corps, Rotaract e Rotary Clubs têm a chance de mergulhar em uma outra cultura, ao mesmo tempo em que empoderam e conectam as comunidades visitadas a recursos que possam lhe trazer um futuro mais promissor. Seja atuando em iniciativas de água e saneamento, desenvolvimento econômico e comunitário ou educação básica e alfabetização, os rotarianos, rotaractianos e voluntários do Peace Corps formam as bases para a paz, estabilidade e prosperidade.

A Habitat para a Humanidade trabalha com nossos clubes e distritos no fornecimento de habitações seguras e resistentes para famílias necessitadas. Rotarianos e rotaractianos colaboram com a Habitat para dar às comunidades acesso à água limpa e condições para geração de renda, o que traz independência e estabilidade financeira aos beneficiários.

Dra. Tererai Trent, escritora e humanitarista do Zimbábue, falando aos participantes do Simpósio Pró-paz do Rotary em 22 de junho último, realizado em Toronto logo antes da nossa Convenção na metrópole canadense.

O Instituto para Economia e Paz é um laboratório de ideias líder em estudos de paz e conflito que ajuda rotarianos, rotaractianos e alumni dos nossos programas a tratar as causas geradoras de contendas e criar as condições propícias à paz. Participe da Academia Rotary da Paz – uma plataforma on-line gratuita com módulos e ferramentas interativas que ensina o usuário a aplicar novos métodos para construção da paz e mobilização comunitária visando a solução das causas de conflitos.

A ShelterBox colabora com a família rotária no fornecimento de abrigos de emergência e materiais de primeira necessidade a comunidades atingidas por desastres naturais. Nós trabalhamos com a ShelterBox em todas as fases do processo de assistência emergencial, como identificação de regiões que precisam de apoio, encaminhamento de voluntários para as áreas afetadas, facilitação de reuniões com representantes do governo e compra de materiais. Também ajudamos com a parte logística, incluindo trâmites alfandegários, hospedagem de equipes de assistência, transporte e traduções.

Mantemos parceria com sete universidades em diferentes partes do mundo, que abrigam os nossos Centros Rotary pela Paz. Por meio de vários programas acadêmicos, experiência prática e networking global, estes centros empoderam, educam e aumentam a capacidade das pessoas que já trabalham ou trabalharão no campo da paz. Anualmente, o Rotary seleciona até 100 profissionais do mundo todo para receberem as bolsas e estudarem em um dos Centros. Em pouco mais de 15 anos, mais de 1.200 pessoas se formaram nos Centros Rotary pela Paz. Muitos deles são líderes em organizações internacionais, como as Nações Unidas e o Banco Mundial, ou abriram suas próprias fundações ou ONGs, cobrindo de Gana à Grécia, e da Ásia Central aos Estados Unidos. Participe do recrutamento da próxima turma de bolsistas!

Saiba como você pode promover a paz.