Subsídios Globais e direitos humanos

Por Dan Nixon, Notícias do Rotary International

Claire Achmad, da Nova Zelândia, ajuda a melhorar a qualidade de vida das pessoas trabalhando como defensora de direitos humanos.

Ela está estudando direito público internacional na University of Leiden, Holanda como bolsista de 2010-11 financiada por um Subsídio Global da Fundação Rotária. Ela está trabalhando como estagiária em defesa e direitos da criança para o Unicef na Holanda, ajudando a organizar um curso de justiça juvenil na universidade. Sua bolsa de estudos está ligada a paz e prevenção/resolução de conflitos, uma das seis áreas de enfoque do Rotary.

“Minha mente se expandiu, e eu tenho o privilégio de estar aprendendo com ótimos professores e especialistas em áreas como paz, justiça e desenvolvimento” disse Achmad. Sua bolsa de estudos é patrocinada pelo Distrito 9940 (Nova Zelândia) e pelo Rotary Club de De Rottemeren, do Distrito 1600 (Holanda). 

Antes de começar seus estudos, Achmad trabalhou como advogada para o Ministério do Desenvolvimento Social em Wellington e também foi  homenageada como jovem advogada do ano de 2010 pela Associação dos Advogados da Nova Zelândia.

O Distrito 9940 e o Distrito anfitrião 1600, ambos distritos-pilotos do Plano Visão de Futuro, juntaram suas experiências para ajudar Achmad com seu processo. O Distrito 1600 já recebeu vários bolsistas do Distrito 9940, que patrocinou cinco bolsistas Rotary pela Paz.

Para informar os associados de seus clubes, o Distrito 9940 divulgou o programa de bolsas de estudos em workshops do Plano Visão de Futuro, Assembleias Distritais, Seminário de Treinamento de Presidentes Eleitos e Conferências Distritais, disse o ex-governador de distrito Antony Fryer.

“Para assegurar a continuidade do programa, transformamos a Comissão de Bolsas Educacionais em Comissão de Bolsas Educacionais do Plano Visão de Futuro, além de nomearmos novas pessoas para as diferentes funções”, afirmou Fryer.

Em maio, Achmad falou sobre o direito das crianças no Fórum Regional Europeu em Toscana, Itália. Depois de terminar seus estudos, ela gostaria de trabalhar para uma organização não governamental e eventualmente, para uma agência da Nações Unidas.

“Meus estudos serão cruciais para o desenvolvimento de minha carreira, e eu tenho profunda gratidão pelo Rotary e pelo apoio da Fundação Rotária, do Distrito 9940 e do Rotary Club de Harbour City”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *