Desenvolvimento do Quadro Social

poradmin

Desenvolvimento do Quadro Social

Roberto Flavio, RC RJ Maracanã, por e-mail

Resumo do estudo do discurso
Estudo realizado no Treinamento Rotário Continuado pela Internet, no último dia 15 de abril, de acordo com a programação prevista.

Presentes nesse estudo:
GM – Guaraciaba_Martins_Melo, RC Fortaleza Meireles, Distrito 4490, trabalhando 1 ano em Boston-MA-EUA – Distrito 7930. Participou de lá
BR – Brigitta Grundig Monteiro, do Rotary Club Niterói Icaraí, Distrito 4750
RF – Roberto Flavio – Rotary Club Rio de Janeiro Maracanã, Distrito 4570

Nossa sala virtual tinha a capacidade de 100 conexões e fizemos uma super e interessante reunião com 3 rotarianos. Mas é questão de tempo pela simplicidade no uso da tecnologia.

O tema foi – Desenvolvimento do Quadro Social
Fomos colocando os parágrafos, e os comentários foram sendo gerados. Os comentários são registrados depois das abreviaturas. Esperamos que seja útil

Roberto Flavio
Rotary Maracanã
Distrito 4570
Classificação: Consultoria em Gestão

Discurso de Dong Kurn Lee – Presidente do RI na Assembléia Internacional de 2009 sobre Desenvolvimento do Quadro Social
(Em negrito, trechos do discurso orignal)

01 – É uma grande satisfação estar aqui hoje para falar sobre as metas de desenvolvimento do quadro social estabelecidas pelo presidente eleito John para 2009-10.
RF – É o discurso de passagem de bastão de um grande líder como vamos perceber. Conhecer e analisar esses discursos, pelo posicionamento dos palestrantes gera a unidade rotária

02 – Sabemos o quão importante o recrutamento de novos sócios é para o Rotary.
RF – Sem desenvolver o quadro paramos nosso trabalho, veja por que.

03 – Eles são o futuro da organização e a próxima geração da família rotária.
RF – temos que renovar mais isso só acontece com o conhecimento do Rotary
BR – Mas a ficha demora um pouco a cair para muitos. A resposta é ainda pequena com relação aos companheiros do clube para participarem do Treinamento Rotário Continuado. E vejo que é simples.
RF – Estamos começando um processo que possibilita desenvolver

04 – Precisamos continuar nos dedicando a trazer mais homens e mulheres qualificados aos Rotary Clubs de modo a garantir o contínuo crescimento da organização.
BR – Isso pode ser conseguido fazendo uma amostragem da área em que o clube está inserido. Precisamos de pessoas que tenham visão prospectiva. O contato com as associações de moradores é fundamental para estreitar o relacionamento da comunidade com o clube. E o Rotary pode atuar de forma por sua dimensão apolítica principalmente

05 – Devemos também focar nossa atenção nos rotarianos recém admitidos, para que se sintam à vontade nos clubes e permaneçam satisfeitos e produtivos em sua vida rotária.
BR – o EGD Bruno, de um RC do Chile, escreveu uma matéria muito interessante sobre os associados recém admitidos e depois esquecidos. O novo associado precisa ser envolvido. Quando ele sai sem conhecer o Rotary é a pior propaganda para o Rotary. As pessoas que saem têm uma péssima impressão sobre o Rotary e vão divulgar essa imagem negativa
GM – O novo sócio deve desde cedo integrar uma comissão de seu interesse, desempenhar alguma tarefa na reunião semanal ou participar de projeto de prestação de serviços.O envolvimento nos assuntos do clube contribui ao entrosamento de todos e aumenta o conhecimento do Rotary

06 – A população está crescendo rapidamente, assim como a necessidade de prestação de serviços.
07 – Por não acompanhar o ritmo do crescimento populacional, o quadro social do Rotary não tem conseguido atender à demanda por seus serviços.
BR – Além da população que cresce a diferença entre pobres e ricos está aumentando cada vez mais. Todo sabem que as riquezas, a estão concentradas em cada vez menos pessoas

08 – Na realidade, nos últimos cinco anos não tivemos nenhum aumento significativo, mesmo com o número de pessoas no planeta crescendo como está.
09 – Só para ilustrar, a população mundial aumentou em mais de 80 milhões nos últimos 12 meses.
BR – onde será que está o nó???

10 – Por essas razões, o presidente eleito John pede a vocês que promovam as seguintes metas para o ano que vem:
• Aumento real de pelo menos um sócio por clube
• Índice de retenção de 80%
• Fundação de pelo menos um novo clube por distrito
GM – É importante ao se recrutar novos sócios,solicitar aos rotarianos que procurem divulgar o Rotary em outras organizações e grupos dos quais fazem parte.Um boa prática é Socios que apresentarem 3 ou mais novos sócios receberiam um reconhecimento especial
BR – Para poderem servir melhor à sua região, os rotarianos devem ser capacitados para isso
BR – Retenção é fundamental!!! é importantíssimo!!
BR – Continuidade, Continuidade..
BR – Por isso é importante os rotarianos serem pessoas de visão

11 – O alcance dessas metas é essencial à continuidade dos serviços oferecidos pelo Rotary.
12 – Atualmente, não podemos nem mesmo manter nosso nível de prestação de serviços sem um aumento considerável de novos rotarianos nos clubes, bem como de novos clubes nos distritos.
GM – O padrinho do novo sócio deve ser um exemplo como rotariano, deve acompanhar o seu afilhado nos primeiros meses dele no clube
BR – Temos que manter os projetos em fuuncionamento, senão o Rotary perde credibilidade. Corremos o risco das pessoas falarem: ah, aquele pessoal não termina nada… por isso é FUNDAMENTAL a gente ter um plano estratégico trienal, o plano está acima das gestões rotárias
GM – Um sugestão importante é O NRDC -Nucleo de Desenvolvimento Comunitário é um bom caminho para divulgar Rotary na Comunidade e ajuda muito o desenvolvimento e sucesso dos Serviços a Comunidade do Clube

13 – Precisamos também reter os atuais sócios, especialmente os recém-admitidos e os mais jovens.
14 – Sessenta por cento da população mundial têm menos de 35 anos. A maioria dos rotarianos tem muito mais do que isso.
15 – Nossa idade reflete sabedoria, mas se não contarmos com sócios mais jovens não teremos a quem legar nossos conhecimentos.
BR – Às vezes podem surgir problemas entre os sócios antigos e os novos e infelizmente acontece o “racha” muitas vezes , um racha dentro do clube
GM – o presidente tem que usar o jogo de cintura nestes casos
BR – Nesse caso tem que ser um bom líder como presidente pois clube é a cara do presidente
BR – Precisamos de um clube organizado
BR – O ideal é que a experiência flua dos mais antigos para os novos
BR – Os jovens querendo “passar por cima” dos mais antigos, isto é, os jovens não ouvirem a experiência dos mais velhos
RF – Outra sugestão é a promoção dos Grupos de Companheirismo
BR – foi criado um recentemente aqui de iatismo
GM -, nossa que maravilha adorei a idéia

16 – Na minha juventude, não me faltavam idéias e energia. Eu estava pronto para mudar o mundo, mas sabia que não poderia triunfar sozinho. Meu pai serviu de modelo para mim e, como ele era rotariano, tive a chance de conhecer o Rotary desde cedo. Eu sabia que se combinasse o meu trabalho com os esforços de outras pessoas, poderia fazer a diferença e causar um impacto muito maior do que se agisse sozinho.
17 – Foi por essa razão que ingressei no Rotary e, ao fazê-lo, minha vida melhorou em todos os sentidos.
GM – O presidente tem que começar o seu ano rotário com uma agenda de atividades. Para evitar atropelos. Ja vi casos que o presidente foi conduzir a reunião do seu clube sem uma pauta de reunião. Não sabia nem o que ia falar.Falou de vários assuntos menos de Rotary.
BR – Aqui temos a experiência de que muitos filhos de rotarianos não querem nem ouvir falar em Rotary. Para eles, os filhos, parece que o tempo que os pais dispensam ao Rotary, é tempo de menos convívio com eles. Falta um pouco de habilidade de envolver os filhos nessas atividades também.
BR – Outro detalhe é que muitos presidentes não entendem porque são indicados com tanta antecedência

18 – Por causa do Rotary pertencemos a uma rede global de voluntários que juntos estão transformando o mundo.
19 – A maioria dos profissionais jovens não tem a vantagem que eu tive. O Rotary não está presente em seu dia-a-dia, nem eles conhecem as oportunidades que a entidade oferece.
20 – Embora possuam talento e potencial, carecem de meios para utilizá-los. Suas habilidades são muitas vezes desperdiçadas, ou, na melhor das hipóteses, direcionadas a outros empreendimentos.
BR – Estamos tentando agora criar um Rotaract..
RF – Que devem trabalhar em harmonia com o Rotary Club e tem que trabalhar de forma integrada
BR – Esse é o X do problema. Alguns ignoram que o Rotary é o padrinho do RCT. Tb não sou a favor de muita autonomia dos RCTs, pois eles sem o Rotary não existiriam. Cada Rotaract é um braço do Rotary. Sem rotariano não existe nada.

21 – Eles não conhecem a satisfação e os benefícios advindos da prestação de serviços rotários, o que é uma pena.
22 – Assim como os jovens precisam descobrir o Rotary, nós precisamos trazê-los aos nossos clubes. Eles são os futuros líderes rotários e possuem a energia necessária para inspirar e renovar os clubes.
23 – Eles nos lembram da razão pela qual estamos aqui e nos fazem aprimorar nossa capacidade de servir.
BR – Volto a falar do discurso do Rajendra Saboo sobre a Avenida de Serviços profissionais lá na Assembléia . o título do discurso: “Avenida de Serviços Profissionais: a avenida esquecida”
RF – Que será estudado aqui nas próximas mesas virtuais, veja a programação.

24 – Nosso mundo é rico e diversificado. Há inúmeras culturas no planeta e rotarianos potenciais em cada uma delas.
25 – Devemos buscar pessoas diferentes de nós mesmos e dos sócios dos nossos clubes, pois a melhor maneira de fortalecer os clubes é estabelecendo mais conexões e contando com um quadro social maior e diversificado.
26 – Quantos projetos internacionais foram iniciados porque um rotariano de outra região tomou conhecimento das necessidades do clube com o qual fez contato? Quantos projetos são beneficiados porque um sócio possui habilidades que não estavam disponíveis no clube?
RF – A maior inimiga do Rotary é a vaidade que leva os mais antigos anularem os mais novos.
BR – sempre a vaidade… administrar as vaidades não é fácil e isso somente é conseguido com muito jogo de cintura
BR – O presidente e os demais têm que ter muita habilidade para lidar com pessoas com muitas vaidades…

27 – Quantos feitos foram realizados em virtude de um sócio provir de outra cultura ou exercer uma profissão diferente?
BR – Pessoas de culturas diferentes nos mostram visões diferentes
28 – Nossa diversidade nos fortalece e nos possibilita fazer mais. Devemos reforçá-la para que o Rotary possa prosperar.

BR – a diversidade incentiva a compreensão e a tolerância entre as pessoas

29 – É por isso que o presidente eleito John solicita a vocês que ajudem os clubes a desenvolver seu quadro social.
30 – Ele pedirá aos Rotary Clubs que elevem a porcentagem de mulheres; que aumentem o número de profissionais qualificados com menos de 50 anos de idade; que recrutem pelo menos um ex-participante de programa do Rotary International ou da Fundação Rotária; e que procurem incentivar a diversidade.
31 – O Rotary tem muito a oferecer e deve crescer e se transformar junto com o mundo.
32 – No ano que vem, o presidente eleito John contará com cada um de vocês para recrutar novos sócios e contribuir para que os atuais rotarianos não se afastem da organização. Eu conto com vocês para começar a preparar o terreno agora.
GM – Outras sugestões de sucesso de que eu tomei conhecimento aqui no D.7930; 1) Permitir que os sócios participem de reuniões sem ter que pagar uma refeição completa. 2) Encontrar locais mais econômicos para a realização das reuniões. 3) Pesquisar os que os sócios dão mais importância no Rotary e entrar em contato com rotarianos(as) que deixaram de comparecer a reuniões para descobrir o motivo de sua ausência. 4) Oferecer um serviço de busca de empregos através de contatos no website do clube ou do distrito.
BR – desenvolver o quadro social é diferente de simplesmente aumentar e desenvolver com qualidade.

33 – Avaliem os clubes dos seus distritos e identifiquem os que estão crescendo e aqueles que não estão. Procurem saber quais são os clubes que estão perdendo sócios e busquem as razões que levam às baixas. Retenção é a parte mais importante do desenvolvimento do quadro social.
34 – Sócios novos só podem beneficiar o Rotary se permanecerem na organização.
35 – Conversem com os atuais governadores dos seus distritos. Eles são, e continuarão a ser, um recurso útil para vocês.
36 – Contatem os presidentes e presidentes eleitos dos clubes e procurem se informar sobre os trabalhos realizados na área de desenvolvimento do quadro social.
GM – A criação de bolsas de empregos é muito importante porque muitos sócios estão deixando as fileiras do Rotary.motivo Perda de Emprego
BR – Devemos simplificar o Rotary diminuindo os custos com refeições pois muito perderam o emprego ou estão dificuldades econômicas

37 – Perguntem a eles sobre os desafios que têm enfrentado para que saibam como melhor direcionar os seus próprios esforços no ano que vem.
38 – Acima de tudo, cada um de vocês deve recrutar um novo sócio para que possam ter credibilidade ao pedir a outros que ajudem a aumentar o quadro social. No Rotary, os verdadeiros líderes servem de exemplo.
39 – Sabemos que com a sua ajuda podemos desenvolver o quadro social do Rotary.
40 – Com a sua ajuda, podemos Realizar os Sonhos hoje e amanhã. O Futuro do Rotary Está em Suas Mãos.
BR – Vejo que o presidente deu a receita para o sucesso, mas tem que haver empenho.
GM – Minha avaliação da reunião é que foi sensacional.
BR – o discurso é muito claro, dá todas as dicas e sugestões para que os clubes acertem o caminho, mas tem que haver humildade para trabalhar em conjunto em benefício do clube e, em conseqüência, em beneficio do distrito e do Rotary.
BR – valeu por mais essa aula e por essa oportunidade de debater Rotary.
RF – alegria
BR – O Rotary é uma grande escola de vida.
BR – aprendizado
BR – persistência é uma grande virtude… PARABÉNS!!!!
GM – Vou ver se consigo participar novamente
BR – ATÉ!!!
GM – Briguita e Roberto Fávio fiquem com Deus
BR – vc tb!!!

Sobre o Autor

admin administrator